Blog

Como criar um calendário editorial para marketing de conteúdo em 5 etapas fáceis

30/04/2021 publicado por: Luís Perossi

Simplifique seu processo de otimização de conteúdo e reduza seu estresse com este guia para a criação de um calendário editorial de marketing de conteúdo eficaz.

Para muitas equipes de conteúdo, construir um calendário editorial parece nada mais do que um sonho idealista.

Você sabe que deve fazer isso – mas o que geralmente acaba acontecendo é um processo aleatório, na melhor das hipóteses.

Na verdade, ao montar seu calendário, você será capaz de orientar a criação de conteúdo, de forma útil e relevante, contribuindo assim com a equipe de redação.

Para te ajudar no processo, selecionei as 5 etapas básicas para que você organize seu conteúdo de forma assertiva e nunca mais tenha que fazer algo correndo ou sem se programar.

1. Comece com um modelo de calendário editorial

A principal razão para produzir um calendário editorial é criar um sistema acessível capaz de  coordenar vários esforços de marketing de conteúdo.

Planejar com antecedência e organizar várias iniciativas torna menos provável que você as esqueça – o que poderia te fazer perder a  oportunidade de construir relacionamentos com  seus seguidores e assinantes do blog, por exemplo.

Minimizar os esforços de criação de conteúdo também torna o processo muito menos estressante. Isso é especialmente importante se você estiver coordenando os esforços de uma equipe, com:

  • Redator.
  • Designer gráfico.
  • Estrategista de SEO.

Se todos estiverem cientes de suas funções (e datas de vencimento de cada tarefa), é muito mais provável que o processo continue “nos trilhos”.

Como mencionado acima, criar organização e estrutura também significa menos estresse para todas as partes, porque todos podem contornar os prazos estabelecidos – em vez de demandas de última hora.

Você precisa começar com um modelo de calendário editorial

O modelo de calendário de conteúdo de mídia social da HubSpot é  uma boa sacada, quando se trata de coordenar todos os esforços de marketing de conteúdo da sua empresa.

É gratuito e pode ser usado como um arquivo do Google Planilha – perfeito para colaborar com sua equipe em tempo real!

Usando o Google Drive você pode criar um link para  conteúdos relevantes diretamente desta interface para fácil acesso e recuperação.

Ou você pode usar  o Trello como ferramenta de modelo de calendário editorial de sua escolha.

O Trello facilita o trabalho com vários colaboradores e exibe visualmente ativos de conteúdo em vários estados de publicação (ideias, em andamento, edição, publicado, etc.).

Se você gerencia a criação de conteúdo no WordPress, também existem vários plug-ins do WordPress que você pode usar para apoiar seus esforços de planejamento de conteúdo.

2. Determine as categorias do seu blog (se ainda não o fez)

Uma parte importante do planejamento de conteúdo é certificar-se de que você cobre uma ampla gama de assuntos para deixar os leitores ansiosos e na expectativa de mais conteúdo.

Ao planejar as categorias abrangentes do blog, é importante pensar em coisas como o funil de vendas e a intenção de pesquisa .

Quando alguém interage com sua marca pela primeira vez, pode não estar pronto para a conversão.

Ao criar um conteúdo que atenda aos seus clientes potenciais onde eles estão na jornada do comprador, você cria uma oportunidade de construir um relacionamento que eventualmente leva a uma venda.

Dois tipos principais de intenção de pesquisa que se alinham com partes importantes do processo de vendas incluem a intenção informativa e a intenção transacional.

  • A intenção informativa reflete os estágios de descoberta e consideração do funil de vendas. As pessoas ainda não estão prontas para comprar, mas estão considerando suas opções e procurando mais informações. Você deseja otimizar para frases de palavras-chave que incluem “como fazer”.
  • A intenção transacional , por outro lado, significa que alguém está usando frases-chave que incluem palavras como “avaliações”, “desconto” ou “preço”. Eles estão prontos para comprar agora .

Seu calendário editorial deve refletir os vários níveis de prontidão das pessoas para comprar e as informações que procuram para tomar essa decisão.

3. Faça sua pesquisa de palavras-chave

Embora um calendário editorial possa ajudar a informar seus esforços em vários meios de marketing digital, o foco principal geralmente é o conteúdo do blog.

Ao criar palavras-chave em potencial que levarão a tópicos de blog, você deve considerar algumas coisas:

  • Relevância da palavra- chave : seja sempre honesto consigo mesmo: a palavra-chave  é realmente relevante para o seu público-alvo? Se for muito vago, considere adicionar modificadores de palavras para ser mais específico (e dar uma cauda mais longa à sua palavra-chave).
  • Dificuldade de palavras-chave : a menos que você seja uma entidade bem conhecida que adquiriu grande  autoridade, relevância e confiança , buscará palavras-chave com menor dificuldade . Uma ferramenta de SEO como o Ahrefs torna fácil ver quantos backlinks você precisa para classificar de forma realista um determinado termo.
  • Intenção de palavra- chave : certifique-se de que sua combinação de palavras-chave fala aos leitores em vários estágios da jornada do comprador – não se concentrando de forma desigual apenas em consultas “como fazer”.
  • Volume de palavras-chave : observe que é melhor direcionar 10 leads qualificados para o seu site do que 1.000 visitantes aleatórios. Qualquer coisa abaixo de 10 pesquisadores mensais é ignorável, mas qualquer coisa acima disso vale a pena considerar tentar classificar, especialmente para uma frase de palavra-chave de super nicho.

4. Junte tudo em resumos acessíveis ​​para cada ativo de conteúdo

Você encontrou a combinação ideal de modelo / ferramenta de calendário editorial, definiu as categorias para as quais deseja criar conteúdo regularmente e iniciou o processo de pesquisa de palavras-chave.

Na verdade, há apenas mais uma etapa que você pode realizar para garantir que seu calendário editorial seja realmente útil e foda : criar um briefing detalhado para cada tópico planejado.

Essa etapa é especialmente importante se a pessoa que cria o calendário editorial não for a pessoa que criará o conteúdo.

Se você tem uma visão de como uma determinada peça ficará, é sua responsabilidade comunicar essa visão com eficácia – ou arriscar uma entrega final que não se parece em nada com o que você esperava.

Aqui estão alguns itens a serem considerados para adicionar a cada resumo de conteúdo a ser conectado ao seu calendário editorial:

  • A categoria de blog correspondente : se você estiver usando um calendário editorial visual, considere atribuir cores diferentes a categorias diferentes para que possa ver rapidamente como está desenvolvendo o conteúdo para várias áreas de foco.
  • Um título: seu redator de conteúdo pode transformá-lo em algo pronto para ser lançado, mas adicionar o esqueleto de um título certamente pode ajudar a definir a direção para a criação de conteúdo.
  • Palavras-chave primárias e secundárias : se você quiser que seu redator use palavras-chave específicas, diga-lhe com antecedência. É mais fácil escrever um conteúdo que pareça natural quando você sabe o que precisa ser incluído (em vez de tentar adicioná-lo novamente depois ). Se você tiver sugestões de palavras-chave semânticas, também deve adicionar essas informações a cada briefing.
  • Potencial fonte de material : Como seu escritor pode aprender mais sobre este tópico ou fazer uso de fontes confiáveis ​​para obter citações e estatísticas? Se você tem uma ideia de onde a pesquisa deve começar, compartilhe com seu redator de conteúdo.
  • Um resumo escrito : para alguns, são algumas frases. Para outros, pode ser um esboço completo, incluindo sugestões de subtítulos. Em qualquer dos casos, o objetivo é dar uma direção sobre o que você espera ver no artigo final.
  • Artigo (s) para superar : Se houver uma empresa (ou várias empresas) dominando os resultados da pesquisa para sua frase de palavra-chave alvo, inclua links para que seu redator de conteúdo conheça a natureza do conteúdo que ele precisa superar para se classificar. Isso também pode ajudá-lo a pensar sobre a estrutura do artigo.
  • Uma imagem característica : considere esta etapa como pontos de bônus: ficar realmente à frente do jogo. Se um designer gráfico for criar imagens de artigos relevantes, deixe algumas orientações para eles como referência (ou lembre seu escritor de fornecer orientações como parte do produto final).
  • Uma lista de verificação de publicação / promoção : o ideal é que haja algum tipo de processo para publicar e promover conteúdo. Adicionar uma lista de verificação diretamente ao seu calendário editorial ajuda a garantir que o processo adequado seja seguido para que cada peça atinja seu verdadeiro potencial. Enquanto ainda estiver planejando, você também pode começar a coordenar a criação de textos, imagens e outros conteúdos relevantes para promover o conteúdo do seu blog.

5. Conecte seus esforços de marketing em outras mídias

Embora o conteúdo de SEO possa ser seu principal motivo para criar um calendário editorial, certamente ele não é o único.

Afinal,  o sucesso do marketing de conteúdo vem da coordenação de ações promocionais cruzadas em vários canais.

Algumas ideias para outros ativos de conteúdo para construir em seu calendário editorial, estejam ou não 100% relacionados aos seus esforços de criação de conteúdo de SEO:

  • Publicações nas redes sociais .
  • Promoções de anúncios.
  • Envio de e-mail marketing.
  • Webinars .
  • Iscas, como e-books.

Resumo: Como criar seu calendário editorial para marketing de conteúdo

Com a abordagem certa, um calendário editorial pode simplificar seu processo de marketing de conteúdo e reduzir o estresse associado aquele improviso de última hora. Quanto melhor for o seu planejamento, mais previsível e útil será a sua produção.

Curtiu as nossas dicas? Conta aí! Se precisar de ajuda, é só chamar! Valeu!

Luís Roberto Perossi | Redator e professor, com formação em Letras, sou viciado em café, punk rock e literatura. Apaixonado por Marketing de Conteúdo e entusiasta de Tecnologia

Tags:
Falar no whatsapp
Posso ajudar?